Departamento Editorial
Este link será brevemente ativado
Tudo Serve
Palestras Notícias Reportagens
Centro Espírita
Educandário Eurípedes
Inst.Popular Humberto de Campos
Creche Gustavo Marcondes
Creche Mãe Luiza
Sexta, 25 de Julho de 2014  
Home Page
Apresentação
Grade de Atividades
Cursos
Palestras
Assistência Espiritual
Preleções Evangélicas
Atendimentos
Casa de Apoio à Vida
Mocidade Espírita
Educação Espírita
Voluntariado
Fale Conosco
Localização
Boletim
Notícias
Eventos
Campanhas
Reportagens
Vídeos
Palestra AO VIVO
Palestras gravadas
Aulas de Espiritismo
Espiritismo
Livros / CDs
Biografias
Mensagens
Calendário
Arte
Grupo de Teatro
   Cativarte
Coral
Vozes do Amanhã
::  Mocidade Espírita
A MEAK, como carinhosamente chamamos a Mocidade Espírita Allan Kardec, é um grupo de jovens (de 16 a 23 anos) que se reúnem para estudar a Doutrina Espírita, mas sobretudo para viver os princípios do Evangelho.

Conhecer o Espiritismo é um motivo de grande satisfação para nós jovens, e é por isso que temos imensa alegria em nos reunirmos para estudar a Doutrina que é o alicerce de nossas vidas, que nos sustenta em todos os momentos e nos mostra como a vida é bela diante da justiça divina.

Nossa finalidade

1 - Levar a reflexão do jovem para modificar-se interiormente e para o seu aperfeiçoamento moral.
Acreditamos que essa finalidade não é apenas do jovem, mas de todo espírita, pois a religião acima de tudo deve fazer o homem melhor.

2 - Estudar a Doutrina Espírita incessantemente.
O estudo na Mocidade deve ser fundamentado pelas obras básicas do Espiritismo, codificadas por Allan Kardec.
O cronograma da Mocidade é então baseado principalmente em "O Livro dos Espíritos" e "O Evangelho Segundo o Espiritismo", pois são nelas que encontramos os princípios básicos do Espiritismo e a vivência cristã do Evangelho.

3 - Prática da caridade
"A fé sem obras é morta"
O Espiritismo desperta a consciência do jovem, mas só despertar não basta, é preciso que com ela venha a ação.
Assim, procuramos nos vincular a trabalhos assistênciais da nossa própria Casa Espírita, ajudando na arrecadação e montagem de cestas básicas (para grupos que prestam assistência a famílias carentes), ao bazar, almoços beneficentes, etc.

4 - Ser um futuro trabalhador da Casa Espírita
Nas reuniões da Mocidade procuramos integrar os jovens a desempenhar tarefas dentro do próprio grupo:
- com a exposição de temas para os encontros
- com o preenchimento do cadastro dos participantes
- com a organização da biblioteca
- com a mobilização dos demais jovens para a montagem das cestas básicas
- e qualquer outra tarefa, conforme a necessidade do grupo
Obedecendo horários, empenhando-se nas tarefas e no estudo, o jovem vai ganhando responsabilidade e tendo sempre em mente a importância de servir e trabalhar, para quando deixar a Mocidade, ao completar idade, possa assumir outras valiosas oportunidades de trabalho dentro do Centro Espírita.

5 - Exemplificar sempre
Tudo o que aprendemos no Espiritismo, através da Mocidade, deve nos conduzir a atitudes e comportamentos melhores no trato com as pessoas e com a nossa família.
Buscando viver em harmonia e encontrando a felicidade na consciência tranqüila e não ao apego as futilidades materiais.
Guardando em nossas orações e atitudes os passos e os exemplos do querido Mestre Jesus.


Nossos Encontros

Os encontros da Meak acontecem aos domingos das 09:00 as 11:00h.

Os temas de estudo são baseados, como dissemos, em "O Livro dos Espíritos" e "O Evangelho Segundo o Espiritismo".

Cada semana estudamos um tema novo, assim o jovem que chegar pela primeira vez na Mocidade poderá acompanhar o encontro, sem prejuízo por não ter participado nos dias anteriores. Mas a freqüência do jovem será importante para seu próprio esclarecimento, pois é na continuidade das aulas, no empenho de cada um em se aprofundar no estudo de cada tema que poderá compor o conjunto para o entendimento do Espiritismo.

Para melhor descrevermos a "rotina" de nossa reunião vamos dividi-la em 5 momentos.

1 - Saudações
É quando o jovem chega a sala da MEAK. Esse momento é reservado para o abraço carinhoso aos companheiros que se reencontram depois de uma semana com saudade!

2 - Oração e Mini-Estudo
Abrimos o nosso trabalho com a oração singela de qualquer jovem que o desejar faze-lo.
Passamos então para o estudo de "O Livro dos Espíritos", ao qual chamamos de Mini-estudo, porque não leva mais do que 10 minutos da reunião. Toda semana um jovem se dispõe a escolher uma questão do L.E. para ler e dar uma breve explicação sobre ela para o grupo.
O Mini-estudo é importante para que o jovem que chega a Mocidade adquira o hábito de folear o L.E., conhecer os assuntos que se referem as 4 partes dessa obra essencial do Espiritismo.

3 - Dinâmica
As atividades de dinâmica introduzem de modo cativante e alegre o tema do dia, com o intuito de despertar a atenção do jovem.
É um momento de descontração, mas que em muitas vezes nos ajuda a associar o ensinamento do Evangelho com exemplos práticos e de fácil associação.

4 - Estudo em grupo
Os participantes da Mocidade se dividem em grupos aleatórios para estudar uma parte do L.E. ou do E.S.E., ou ainda de um trecho de alguma livro espírita condizente com o tema do encontro e que mantenha sua pureza a Doutrina Espírita.
Em grupos menores a concentração para o entendimento da leitura é melhor, e todos podem participar lendo e explicando as passagens da mensagem.
Depois desse momento, abrimos uma roda com todos os grupos, e o expositor do dia, responsável pela elaboração do encontro, dá as coordenadas para a analise dos pontos mais importantes como também das possíveis dúvidas e finaliza com as considerações mais importantes referente ao tema.
Obs: A montagem do encontro, com a escolha da dinâmica, dos textos para leitura em grupo e a explanação do tema é feito por um jovem participante da MEAK e convidado pelo coordenador.
Eventualmente são convidados companheiros do Centro, que trabalham como expositores nos cursos sistematizados de Espiritismo oferecidos na Casa, para fazer a abordagem de um dos temas de nosso encontro.
Exporadicamente recebemos a visita de nossa querida Therezinha Oliveira que nos brinda com sua sabedoria e nos felicita com sua presença.

5 - Música e Oração
Nos momentos finais do encontro a MEAK canta belas músicas espíritas que nos envolvem em vibrações de otimismo e paz.
Com o ambiente sereno, um jovem se dispõe a fechar o nosso trabalho com uma grata oração.
Deixamos aqui 2 de nossas preferidas músicas com as cifras:
- Um Grande Mar (Otávio Muller – Balneário Camboriú)
- Presença (Marcos Silva)

Promoção Social

Com o intuito de ajudar de alguma forma, a MEAK se vinculou a alguns trabalhos do Centro Espírita Allan Kardec e a seus núcleos, podendo assim contribuir para esta Casa que nos acolhe e acredita em seus jovens.

Contamos um pouco do trabalho que realizamos:

- Cesta Básica
Há mais ou menos quatro anos a Mocidade vem arrecadando alimentos para a montagem de cestas básicas. Esta é uma atividade permanente da MEAK, que todo mês tem por meta conseguir alimentos suficientes para duas cestas básicas, que são destinadas ao grupo Socorro Fraterno.
O Grupo Socorro Fraterno realiza um importante trabalho de assistência espiritual, levando a palavra do Evangelho e o passe, as pessoas que não tem condições de se locomoverem até o Centro. Mas muitas das famílias assistidas também passam por necessidades materiais, nesse sentido é que a MEAK se dispôs a estar ajudando com o fornecimento das cestas.

- Bazar
O Bazar a que nos vinculamos faz parte de um dos núcleos de nosso Centro, no bairro Vila Nova, mas que chamamos de Educandário Euripedes, (mais conhecido pelo estabelecimento de ensino que lá foi fundado).
Em algumas tardes de domingo, estipuladas pelo coordenador, a MEAK vai até o bazar ajudar na separação de brinquedos.
O bazar é o local em que todas as peças de roupas, brinquedos, móveis, livros e demais objetos recebidos por doação são restaurados, se assim for necessário, e colocados a venda para as famílias das crianças que freqüentam o Educandário e o público em geral, a preços bem acessíveis. A arrecadação da venda é destinada a própria instituição que mantém as crianças.
Esses momentos são importantes para a integração do grupo que se diverte ao consertar os brinquedos e se lembrar da própria infância. Após o trabalho temos a oportunidade de lancharmos com os nossos companheiros e cantar, acompanhados do violão, as músicas da Mocidade.

Em qualquer tarefa que nossa Casa Espírita nos solicitar ajuda mobilizaremos nossos esforços para poder cooperar, pois não devemos esquecer da ação de grande importância que deve conduzir o jovem espírita: o trabalho.
© 2003 CEAK Campinas - Todos os direitos reservados. Produzido por Interside